Uso de cabos de aço e acessórios em Tirolesa e Arvorismo

Segundo os praticantes, a descarga de adrenalina que o organismo recebe durante a prática de um esporte radical gera uma sensação indescritível. A tirolesa e o arvorismo são dois tipos de esportes que também causam essas reações no corpo, e tem um alto número de adeptos por todo o planeta.

E você sabia que essas atividades não existiriam sem os cabos de aço? Nesse post, vamos falar um pouco de como funcionam esses sistemas, como eles são montados e daremos dicas de segurança, para que você possa montar ou utilizar de forma correta.

Como funciona a Tirolesa

Tecnicamente falando, a tirolesa fixa um cabo de aço entre dois pontos. Junto a ele, utiliza-se ainda mosquetões e roldanas. Isso tudo é fundamental para o funcionamento e a segurança do aparelho, que ainda conta com uma cadeira de rapel, onde a pessoa é presa e aí sim pode curtir a adrenalina da descida.

As tirolesas se dividem em três classes: molhada (onde a pessoa cai na água no final do percurso); seca (em que se aterrissa em um ponto fixo de terra firme); e a fantasticable, modalidade nova e que permite que o usuário seja transportado com o corpo na horizontal, aumentando a adrenalina e proporcionando uma experiência ainda mais completa.

Montagem e Segurança

É importante frisar que a tirolesa deve apenas ser montada por especialistas e profissionais qualificados para isso. São equipamentos que lidam com grandes alturas e velocidades, e qualquer erro na montagem ou manutenção pode causar sérios acidentes. Portanto, se você tem interesse em construir ou fazer a manutenção de uma tirolesa, procure profissionais qualificados e capazes de auxiliá-lo nessa atividade.

Toda tirolesa segue algumas normas, e nelas são especificados os materiais obrigatórios e de segurança para uso. Cadeira de rapel, luvas e capacetes são imprescindíveis.

Arvorismo

O arvorismo segue uma premissa parecida com a da tirolesa: explorar ambientes naturais, estando em altura e em movimento. A diferença é que, ao contrário da tirolesa onde o praticante quase não se move, no arvorismo ele caminha por uma trilha pré-estabelecida, no topo das árvores.

É importante frisar que, apesar da maioria das pessoas conhecerem o arvorismo acrobático (com objetivo de diversão e aventura), ainda existem dois importantes tipos de arvorismo: o arvorismo técnico (utilizado por pesquisadores e cientistas, com o intuito de transpor a copa das árvores. Eles precisam coletar espécies que vivem nos pontos mais altos e até mesmo ficam um tempo ali em cima para observar o comportamento desses animais); e temos também o arvorismo contemplativo, onde não existe o interesse científico e nem de adrenalina, mas apenas contemplar a natureza e passar um tempo respirando o ar puro e saudável das árvores.

Assim como na tirolesa, os materiais de segurança são cabos, cadeirinha, mosquetão, luvas e capacetes.

Achou interessante? Está querendo praticar ou até mesmo montar sua própria tirolesa? A Acro Cabos é uma das maiores distribuidoras de cabos de aço e acessórios do Brasil, e temos certeza que podemos ajuda-lo. Entre em contato conosco clicando aqui.

Deixe uma resposta

Seu email não irá aparecer na publicação.

*

After you have typed in some text, hit ENTER to start searching...

WhatsApp chat